sexta-feira, 15 de outubro de 2010

imensidão

no azul a liberdade
de voar como se queira
mudar de forma lugar
recortar bordas e beiras
trovejar soltar faísca
permitir-se o arco-íris
o sol as nuvens as pipas
os aviões pára-quedas
as asas deltas
delícias.

Líria Porto

4 comentários:

  1. Talvez Van...


    eu até pintei meu quarto dessa cor, mas a liberdade ainda não passou aqui. [rindo de mim mesma.]

    ResponderExcluir
  2. Quem me dera a liberdade azul...

    ResponderExcluir