quarta-feira, 21 de abril de 2010

Pra coração ferido


Torça bem as lágrimas, uma a uma, até desencharcar o coração.
Depois, estenda a tristeza pra secar no varal da autogentileza.
Lá costuma bater sol.

Ana Jácomo

8 comentários:

  1. Conheço pouca coisa da Ana, mas tenho me apaixonado pelos trechos que tenho lido por aqui.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. em qual direção está que não vejo? =/


    desconheço Ana Jácomo. Gostei ao menos dessa frase que li
    beijos

    ResponderExcluir
  3. lindo teu blog, gostei daqui.
    bela frase de Ana Jacomo, essa carioca que escreve tão bem.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  4. como é mesmo aquele Kahlo? afoguei minhas mágoas mas elas aprenderam a nadar...

    ResponderExcluir
  5. Acredito que está é uma receita que ninguém gostaria de seguir...rsr...

    Mas com certeza é melhor que ficar deitado em uma cama vazia chorando em cima de um retrato!

    Aliás...para variar não conheço Ana Jácomo...rsrs

    ResponderExcluir
  6. Já desmanchei meu coração...esqueci-me da autogentiliza, preferi deixar exposto o coração no varal da piedade...talvez, bem de mansinho, lá mora um bocado de coisas gentís!
    Gosto da Ana Jácomo...vc sempre escolhendo palavras certas...
    escreverei no blog um texto especialmente seu!
    Um grande beijo!
    Mell

    ResponderExcluir
  7. Mas é que o varal da autogentileza às vezes fica tão longe de casa, não é?
    Beijos, amora! Adorei isso aqui.

    ResponderExcluir