segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Posse

Jamais te tocaria
Por medo ao tato te quebrasses.

Judith Grossmann, in: Vária Navegação: mostra de poesia. Ed. Fundação Casa de Jorge Amado

2 comentários:

  1. Ah, uma prisão de alma. Que angústia.

    =*

    ResponderExcluir
  2. Me perco de encantamentos por aqui.

    Beeijo e uma linda noite!

    ResponderExcluir