terça-feira, 13 de setembro de 2011

quase-cenário

calcinha sobre a mesa
roupas e sapatos espalhados pelo chão

nada a ver com noites de amor e orgia

só uma tola tentativa de trapacear a vida
de enganar a solidão.

Márcia Maia

6 comentários:

  1. Esse canto é abençoado.
    Esse lugar é encantado.

    Saudade de ti!

    ResponderExcluir
  2. belos versos da marcia maia
    e saudades de ti, princesa.
    besos

    ResponderExcluir
  3. é...tentamos enganar a solidão...todos de algum jeito...em algum momento...

    belíssimo!

    ResponderExcluir