terça-feira, 2 de agosto de 2011

em 11 de setembro de 1949 - diário I

Sempre o mesmo ponto por onde tudo fracassa - como uma roda dentada que girasse com um defeito no mesmo lugar. Impossível não se romper um dia...

Lúcio Cardoso, in: Diário Completo. Ed. José Olympio

Um comentário:

  1. E que o romper traga forma mais adequada ao aprendizado e que exista algum conforto diante dos fracassos que fazem crescer!

    ResponderExcluir