quinta-feira, 21 de julho de 2011

Margem do rio São Francisco
Quando escrevo, repito o que já vivi antes. E para estas duas vidas, um léxico só não é suficiente. Em outras palavras, gostaria de ser um crocodilo vivendo no rio São Francisco. Gostaria de ser um crocodilo porque amo os grandes rios, pois são profundos como a alma de um homem. Na superfície são muito vivazes e claros, mas nas profundezas são tranqüilos e escuros como o sofrimento dos homens.

João Guimarães Rosa

3 comentários:

  1. Salve ao Velho Chico e a Guimarães Rosa!

    ResponderExcluir
  2. Porque o João é um poeta-prosador!


    Belo por si só...

    ResponderExcluir
  3. uau......

    poderia ter escrito isso...

    ResponderExcluir