terça-feira, 23 de novembro de 2010

Casa:

Nonnetta
1. conjunto de paredes dispostas em forma de coração; 2. lugar de onde se sai, mas não se deixa; 3. o outro nome de família; 4. almofada macia usada pelos guerreiros após grandes batalhas; 5. trampolim para a felicidade; 6. objeto de desejo dos recém-unidos; 7. segundo a ciência moderna, o centro dos sistemas solares; 8. local onde se está melhor protegido das tempestades; 9. sobrenome da Paz; 10. caixa de segredos com lacre inviolável; 11. coletivo de cumplicidade; 12. habitat natural do bicho comumente chamado de "amigo"; 13. objetos que, quando em cima de outros, chama-se de "edifício"; 14. baía de águas calmas; 15. apêndice dos quintais; 16. nome popular de doce chamado Lar; 17. tataraneta das cavernas; 18. na geografia, o lugar do mundo onde o dia amanhece com cheiro de café; 19. agrupamento de tijolos unidos pelo cimento da marca Confiança; 20. motivo da existência das passagens de ida-e-volta. (Ex.: "Minha casa, meu amor, não tem paredes, nem janelas, nem telhado. Minha casa tem olhos, cabelos, arrepio e o maior de todos os sorrisos. Minha casa é você.")

André Gonçalves, in: Coisas de Amor Largadas na Noite. Ed. Ideias Inc.

9 comentários:

  1. olá..me chamo robeta e estou aqui para divulgar meu blog.
    http://coisadelivro.blogspot.com/
    ele é todo dedicado a livros e leituras. recentemente recebi uma proposta de parceria com editora Nova Fronteira, e eles mandaram eu divulgar o blog porque preciso de um número de mínimo 300 seguidores, para que eles madem os exemplares para que eu possa sortear para os seguidores.
    Conto com você no meu espaço, e se puder divulgar para amigos ficarei mais grata ainda.
    abraços
    T!@

    ResponderExcluir
  2. bom diaaa!

    como é bom passar por aqui, faz sempre um sorriso por aqui!

    "(...) minha casa tem olhos, cabelos, arrepio e o maior de todos os sorrisos, minha casa é você." quem sabe um dia, diga isso à alguém.

    um beijo e um grande abraço, Flor!
    ,)

    ResponderExcluir
  3. Um belo encadeamento de metáforas, resultando numa síntese perfeita. A imagem talvez seja o que nos produz o impacto maior à primeira leitura, porque nos evoca o mundo dos sentidos e nos faz de maneira indireta ter experiências visuais, auditivas, táteis etc. por meio da palavra. Um beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  4. Guria,

    lembrei da palavra namorada

    na (morada), na(moro)

    moramos na outra pessoa :)

    Beijão

    ResponderExcluir
  5. retribuindo a visita...
    que bom que gostou volte sempre!
    aqui já sou seguidora, venha visitar meu blog de preferência http://camillapreta.blogspot.com/ o das fotos é um segmento deste... até mais.

    ResponderExcluir
  6. Oooooooowwwwnnnnn....... lindo!

    ResponderExcluir
  7. eu quero! eu quero!
    to precisando de uma casa...
    Bjs darling
    desde uma noite chuvosa
    numa pequena ilha
    ao sul

    ResponderExcluir
  8. ain, eu quero esse livro!

    :*

    ResponderExcluir