domingo, 1 de agosto de 2010

e se enxergar por inteiro.

mas escuta, Laura: o que de superfície vivo está, tristeza por demais tem em instante oco nada. é que o que enxerga só o quase tudo, vive satisfeito com o nada quase. aprende, Laura, que o que a vida gosta de ensinar mora ali, nas entrelinhas dos dias. transformar o tempo em saudades que sabem sorrir, Laura, também é fé.

deixa andar.

Renata Carneiro

5 comentários:

  1. Renata é uma fofa!

    Bjos querida
    Boa semana

    ResponderExcluir
  2. Quem diabos é essa Laura, hein?! rs...

    ResponderExcluir
  3. Deixa andar, aprende a andar, não pare, apenas siga...

    ResponderExcluir
  4. Minha neta Laura gostará d um dia ler esse texto...

    ResponderExcluir