quarta-feira, 21 de julho de 2010

Geminiana

Não sinto nada que falo
não falo nada que penso
não penso nada que preste.
Nunca estou onde procuram
nunca sei quem eu espero
nunca saro quando curo.

Ivana Arruda Leite

7 comentários:

  1. Onde penso, não sou - disse Lacan.

    ResponderExcluir
  2. uau, que lindo* gostei muitoo*

    ResponderExcluir
  3. Essa coisa maluca que é sentir.

    ResponderExcluir
  4. Ei Flor!

    Acabo de descobrir uma definição para as geminianas como eu...adooreiii!

    Obrigado por comentar lá no Pensamento...suas palavras me são muito caras!

    Um carinho especial!
    Mell

    ResponderExcluir
  5. Meu professor de Pranaterapia ao entrar no assunto: Influência astral, disse que a personalidade do geminiano carrega a eterna chama do querer conhecer coisas e classificou a leitura como a tábua de salvação para livra- lo de possíveis depressões pela ausência de coisas relacionadas ao conhecimento. Tá aí mais uma característica que justifica a sua sede pelas letras! E a gente... agradece! Inspiração sempre!bj

    ResponderExcluir