quinta-feira, 27 de maio de 2010

Os Amantes do Círculo Polar
[...] O outro, outra vez. A voz do outro, a respiração do outro, a saudade do outro, o silêncio do outro. Por mais três dias então, cada um em uma ponta da cidade, arquitetaram fugas inverossímeis. O trânsito, a chuva, o calor, o sono, o cansaço. O medo, não. O medo não diziam. Deixavam-se recados truncados pelas máquinas, ao reconhecer a voz um do outro atendiam súbitos em pleno bip ou deixavam o telefone tocar e tocar sem atender, as vozes se perdendo nos primeiros graus de Aquário.

Sim, afligia muito querer e não ter. Ou não querer e ter. Ou não querer e não ter. Ou querer e ter. Ou qualquer outra enfim dessas combinações entre os quereres e os teres de cada um, afligia tanto. [...]

Caio Fernando Abreu, in: Ovelhas Negras. Ed. L&PM

15 comentários:

  1. uncertainty27/05/2010 16:02

    por que não da mais pra copiar os textos?

    ResponderExcluir
  2. Caro leitor "Uncertainty",

    Um certo alguém, sem nenhum Q.I. de inteligência, no qual eu tenho muita pena, afinal de contas criar um blog hoje em dia é a coisa mais fácil. Concorda?

    Pois bem, saiu copiando todo o meu espaço. Desde o Título dos Marcadores, até postagens, imagens e etc.

    Por conta disso, tomei a decisão de fazer o bloqueio.


    Foda isso, não é?

    Já diz o ditado, por conta de um, todos pagam.



    E aos meus queridos leitores que sempre estão aqui, muitissímo obrigad@ pela presença e pelo carinho constante.

    Um abraço em todos :)


    Jenifer

    ResponderExcluir
  3. Ô gente,
    e desculpem pelo xingamento.

    é que não pude conter a raiva.

    :)

    ResponderExcluir
  4. ter ou não ter, to be or not to be, questões fálicas. E esse filme é ótimo!

    ResponderExcluir
  5. Eu percebi isso também, e adorei a idéia...

    sem falar que encontrei poesias minha, em alguns desses blogs, sem nem pedir permição ou avisar, o bom é que os créditos foram dado, mais copiar e colar é a coisa mais fácil do mundo, sem falar na banalização de certos escritores(virando cliclê)de um monte de gente que nunca leu um livro do cara e sai por ai copiando e colando trechos e frases no orkut, msn twitter blogs etc..

    Quanto ao coméntário da Jeny, sugiro que faça uma postagem sobre isso(pra dar mais vizualização ao assunto).

    BEIJO DO POÇOS!

    ResponderExcluir
  6. Adorei isso...como faço no meu? Tem como me ensinar por email? ou msn?

    ResponderExcluir
  7. Caio, querido sempre com suas entrelinhas!

    Bj

    ResponderExcluir
  8. Ahhhhh, os quereres...Caio me leva as lágrimas sempre.

    Um abraço grande menina flor.

    ResponderExcluir
  9. Flor, moro perto de Itapuã e você?


    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Fez certo Jeniii...
    Acho uma pena vc ter que chegar ao ponto de bloquear o blog, as pessoas que deviam ter mais noção das coisas e nao sairem copiando, pegando sem a menor vergonha.
    Sou visitante fiel do teu blog... avante!! rss...

    ResponderExcluir
  11. E eu, e muito de nós, que só conheciamos o último paragrafo do texto do Caio, hein! Me senti agraciada , presenteada com mais esse pouquinho.

    Linda escolha a tua menina, agradeço imensamente esses teus olhos de beleza.

    Um beijo

    Erikah

    ResponderExcluir
  12. Nossa! como alguém copia todo teu Blog????
    mas é uma pena bloquear, pois és fonte de muitos posts meus, darling...
    Acredito que poesias, músicas, filmes, etc, etc, são objetos do mundo. Depois que aparecem já deixam de ser do autor e passam a ser de uma coletividade. Uma casa, mesmo que seja minha e eu more, está numa rua, numa cidade, pessoas passam, a vêem. Assim todos os objetos que estão por aí.
    Leio um livro, amo um trecho, risco, se coloco em meu blog, e mostro de onde vem, que mal há nisso? Se leio um blog e amo o trecho que outro leu, e aquilo bateu, que mal há nisso? Talvez seja eu que não veja. Mas tudo tem limites e proporções. É claro. E ainda estamos aprendendo a viver nesta amplidão que a internet nos coloca.

    Ah, e sempre adoro tuas visitas! Lembrei daquele filme, nossa, vi há muito tempo... mas te confesso uma coisa "Mistério": não gosto mais do Caetano. É um ex-amor. Sinto muito esta perda, mas foi fatal.

    Apareça sempre em meu humilde pátio anarquista!
    Beijos sulinos

    ResponderExcluir
  13. ahhh ..
    a bruta flor do querer ..
    a bruta flor
    a bruta flor,
    à bruta pele
    à flor da pele ..



    Lindo moça!
    Lindo lindo!
    :**

    ResponderExcluir
  14. Jenifer,

    Vim aqui te desejar um bom final de semana e li a sua postagem...

    Isso realmente é lamentável...a facilidade de se fazer um Blog realmente é grande, não se aborreça....bola pra frente!Para se ter um espaço como o seu, é preciso de muito conhecimento e amor pela Poesia, e isso todos reconhecem em voce na primeira visita!

    Um beijo,

    Reggina Moon

    ResponderExcluir