quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Poemas reunidos














Sempre gostei dos livros
chamados poemas reunidos
pela ideia de festa ou de quermesse
como se os poemas se encontrassem
como parentes distantes
um pouco entediados
em volta de uma mesa
como ex-colegas de colégio
como amigas antigas para jogar cartas
como combatentes
numa arena
galos de briga
cavalos de corrida ou
boxeadores num ringue
como ministros de estado
numa cúpula
ou escolares em excursão
como amantes secretos
num quarto de hotel
às seis da tarde
enquanto sem alegria apagam-se as flores do papel de parede

Ana Martins Marques, in: O livro das semelhanças, ed. Companhia das Letras

Um comentário:

  1. Que satisfação ver o Reino em movimento! Que discreta homenagem bonita esta de postar uma das poetas contemporâneas que mais tenho apreciado ^^

    obrigada! que haja novo fôlego!

    ResponderExcluir