sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

a experiência do leitor

Balthus
[...] "Você não pode embarcar de novo na vida, esta viagem de carro única, quando ela termina", escreve o romancista turco Orhan Pamuk em O Castelo Branco," mas, se tem um livro na mão, por mais complexo ou difícil que seja compreendê-lo, ao terminá-lo você pode, se quiser, voltar ao começo, ler de novo, e assim compreender aquilo que é difícil, assim compreendendo também a vida".

Alberto Manguel, in: Uma História da Leitura. Tradução de Pedro Maia Soares. Ed. Companhia das Letras

6 comentários:

  1. Tem razao...a leitura é antes de mais nada um exercicio de liberdade...

    ResponderExcluir
  2. Livros e filmes são bálsamos para essa viagem somente de ida.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  3. A leitura é sempre compreensão de vivências.

    ResponderExcluir
  4. Verdade. Ler é viver "uma experiência sem riscos". Apreendemos um pouco mais aobre a vida, porque estamos vevendo uma outra vida, aquela que está no livros. Obrigada pela visita ao Deslocamentos. Abraço.

    ResponderExcluir