quarta-feira, 1 de junho de 2011

horizonte

O sonho é ver as formas invisíveis
Da distância imprecisa, e, com sensíveis
Movimentos da esperança e da vontade,
Buscar na linha fria do horizonte
A árvore, a praia, a flor, a ave, a fonte - Os beijos merecidos da verdade.

Fernando Pessoa, in: Mensagem. Ed. Nova Fronteira

3 comentários:

  1. Obrigada Dona Moça
    pela sua visita em meu Cotidiano.
    Achei inusitado e muito válida.

    Beijos na senhora'

    ResponderExcluir
  2. Mas às vezes a falta é mesmo de tocar.


    *
    A imagem tem tanta poesia quanto a das palavras. Gostei muito da adaptação, obrigada!

    Um beijo

    ResponderExcluir