sexta-feira, 20 de maio de 2011

A Culpa é de Voltaire
As árvores perderam as folhas no outono.

Coração de pedra, vento frio, amor eterno.

Toma-me tudo que se espalha pelo chão.

Deito-me de lado, pendo a cabeça,

aguardo

o toque dos seus lábios no branco lírio desse mármore.

Adriana Versiani, in: Explicação do Fato

5 comentários:

  1. E todo dia é inverno, quando estamos aguardando

    ResponderExcluir
  2. Sempre bons poemas, sempre bons autores.

    ResponderExcluir
  3. "no branco lírio desse mármore"


    p.s. tão bom estar aqui.

    <3

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu cantinho... to seguindo ^^

    ResponderExcluir