segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Edifício

Alone Gut
Recolhe os cacos
dessa paixão cheia de cor
E antes que desbote
Faz um alicerce forte
Ergue uma parede que suporte
Todo o peso da sua dor.

André Gonçalves, in: Coisas de Amor Largadas na Noite. Ed. Ideias Inc.

6 comentários:

  1. Na vida tudo renasce e se renova... até o amor!


    BeijOOO
    AL

    ResponderExcluir
  2. Nao entendo porquê na paixão e o amor, sempre existe o peso da dor...

    ResponderExcluir
  3. Layout do e-mail? sim,mudei!
    Querida,estou de partida,minhas pálpebras estão cansadas de tanto serem usadas hoje rs
    Confira minha mais nova postagem,se assim desejar.
    beijos

    ResponderExcluir