sábado, 5 de dezembro de 2009

Metin Demiralay
me recuso a dar informações
sobre o paradeiro das minhas idéias malditas
elas se escondem bem demais

só eu sei o caminho só eu sei
em quem dói mais.

Martha Medeiros, in: Poesia Reunida. Ed. L&PM

4 comentários:

  1. Martha lindos os seus poemas.
    Jenifer,eu passo sempre poraqui...e é sempre bom demais!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Ouviu minha sugestão sobre Martha Medeiros.

    Esse espaço a cada dia fica lindo.

    Outra sugestão, posta poema de Pedro Kilkerry (grande poeta baiano simbolista que foi marginalizado pela literatura)

    ResponderExcluir
  3. esse limite é o que dói.

    ResponderExcluir
  4. Seu blog é maravilhoso. Sempre passo por aqui. E me deleito.

    ResponderExcluir